quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Windows 10 digrátis - ATUALIZADO

A esmola é muita, mas por tempo limitado. Corrão!
Hoje eu pensava em parar pelas duas postagens que já saíram, primeiro porque as duas são meio extensas para vocês analfabetos lerem, e, também, porque queria deixar novidades para amanhã. No entanto, atendendo a pedidos, vou falar um pouco sobre a ~bondade~ da Microsoft em ofertar digrátis o Windows 10.

Quem poderia prever que, depois de décadas sendo chamada de Micro$oft, demonizada pela comunidade Linux (na verdade, pelo povo do Software Livre) e tendo seus sistemas operacionais e suítes Office freneticamente pirateados, a MS resolveria mudar de vez a escrita, distribuindo o Windows 10 gratuitamente para qualquer usuário que tenha o Windows 7 ou 8 (8.1 incluído).

Esta experiência já havia sido levada a termo anteriormente, com a atualização do Windows 8 para o 8.1, mas, como nós bem sabemos, foi mais "perfumaria" (um tipo de Service Pack não declarado) do que propriamente uma versão nova.

Agora, não: estamos realmente diante de um novo sistema operacional, que será distribuído gratuitamente. Quem sabe ler nas entrelinhas entendeu: com a entrada dos sistemas operacionais móveis, aquele gigantesco monopólio da MS foi, aos poucos, sendo diminuído.

Spartan, o sucessor do IE. Será que vai dar treta com a União Europeia? Será que dá para colocar o Google como serviço de buscas padrão? Será que é novo mesmo, ou é mais do mesmo? Só o tempo dirá.
Pior: com sua demora em entrar nesta brincadeira, e a grande sacanagem que foi a não atualização do Windows Phone 7.5 para o 8 (quem o tinha ganhou o Windows Phone Gambiarra Edition, também conhecido como WP 7.8), o filme ficou queimado.

Hoje, a empresa corre atrás do prejuízo, buscando consolidar o ecossistema Windows, criando para o usuário uma experiência cada vez mais integrada entre PC (notebooks também, claro), tablet e smartphone, induzindo seu consumidor a abraçar a plataforma em todos os seus gadgets.

Cortana: agora integrada ao sistema e ao novo browser. É algo a testar.
Eu achei inteligente a abordagem deles, que, ao invés de atacarem diretamente a concorrência externa, resolveram atacar sua maior concorrente - a própria Microsoft. Isso mesmo. Basta observar o seguinte: qual é o sistema operacional de maior sucesso na história? O Windows XP.

Qual foi o sistema operacional que superou o Windows Vista? O Windows XP. O Windows 7 sofreu para ultrapassá-lo e até mesmo o Windows 8 e 8.1 penaram.

Então, a bem da verdade, a Microsoft está oferecendo de graça seu sistema mais atual para praticamente qualquer pessoa que não tenha o Windows XP! Comprou o 7, 8 ou 8.1 para substituir seu XP? Graças a Deus! Tome, leve seu bônus em forma de Windows 10.

Mas, como dizem os americanos, "there's no free lunch". Esta gratuidade é válida por um ano, ou seja, é uma autopirataria da própria MS, que aposta que vamos todos usar gratuitamente por um ano o novo Windows e todas as suas novidades (Cortana e Skype integrados, navegador Spartan - com direito a extensões do Chrome! - etc) e, após este período, vamos ~cordialmente~ comprá-lo.

Skype integrado - boa jogada? É ver para crer. Hoje, só abro quando o uso, porque consome muita banda e recursos.
Portanto, esta é uma promoção para entrarmos com um pé atrás. Eu ia dizer os dois pés, porque todos sabemos dos preços históricos praticados pelo Windows. Mas, considerando que comprei a versão de atualização do Windows 7 para o 8 por R$ 29,00 no lançamento, vou entrar com um pé só atrás.

Se tudo der certo, estando bom para ambas as partes, Celso Russomano para o Aqui, Agora, lucram eles e lucramos nós.

E se, ao contrário, a ganância de outrora voltar a mostrar suas garras, já conhecemos a solução há muito tempo:

Quem nunca?
E vocês, o que acharam da promoção? E sobre os novos recursos?

MRJ

BÔNUS: Fudêncio está entre nós, contando nos comentários sua versão sobre o post do porta-malas no Salão do Automóvel. Dêem as boas-vindas. XD

ATUALIZAÇÃO: nossos especialistas comentaristas não param de atualizar a informação, e, pelo que consta, o prazo de um ano significa que todos que tenham um Windows 7, 8 ou 8.1 original terão o prazo de um ano para atualizar gratuitamente seu sistema para o Windows 10. Quem atualizar após um ano de seu lançamento, porém, não terá o benefício, e terá que comprar a licença.

Obrigado a todos pela participação!

Nenhum comentário:

Postar um comentário